01/06/2015

Resenha: Jogos Vorazes

Olá amores e amoras! Hoje voltei com uma resenha do meu livro favorito ever for ever! Porque esse livro foi o principal empurrão para entrar no universo da literatura, e o livro é o Jogos Vorazes.


Informações:
Editora: Rocco
Páginas: 400
Autor(a): Suzanne Colins


Sinopse: Primeiro volume de uma trilogia, o livro narra uma luta mortal encenada por crianças e transmitida ao vivo para todos os habitantes de uma nação construída sobre as ruínas de um lugar anteriormente conhecido como América do Norte. Com sua narrativa ágil e ousada, Jogos vorazes foi traduzido para mais de 30 idiomas e vem atraindo leitores de diversas faixas etárias.


Constituída por uma suntuosa Capital cercada de 12 distritos periféricos, a nação de Panem se ergueu após a destruição dos Estados Unidos. Como represália por um levante contra a capital, a cada ano os distritos são forçados a enviar um menino e uma menina entre 12 e 18 anos para participar dos Jogos Vorazes. As regras são simples: os 24 tributos, como são chamados os jovens, são levados a uma gigantesca arena e devem lutar entre si até só restar um sobrevivente. O vitorioso, além da glória, leva grandes vantagens para o seu distrito.


Quando Katniss Everdeen, de 16 anos, decide participar dos Jogos Vorazes para poupar a irmã mais nova, causando grande comoção no país, ela sabe que essa pode ser a sua sentença de morte. Mas a jovem usa toda a sua habilidade de caça e sobrevivência ao ar livre para se manter viva. As reviravoltas do jogo e as dificuldades enfrentadas pela protagonista levam os leitores a sofrer junto com ela, enquanto descobrem um pouco sobre seu passado e seu relacionamento com Peeta Mellark, o outro tributo enviado pelo Distrito 12 para lutar nos Jogos Vorazes.


Inspirada pelo mito grego de Teseu e o Minotauro e bebendo nas melhores fontes da ficção científica, Suzanne Collins faz uma dura crítica à sociedade do espetáculo atual e prende a atenção do leitor da primeira à última página com um romance envolvente e perturbador.




Opinião: Imagine um livro que muda a vida de alguém, esse livro mudou a minha vida. Meu modo de pensar, de agir, e principalmente meu modo de apreciar as coisas enquanto elas duram. Ele representa o que vivemos de uma forma mais fictícia mas a repressão, as diferenças sociais e muitas outras coisas(não vou citar todas porque senão vou ficar aqui até amanhã, haha) são bem parecidas. Enfim, é um livro muito bom super bem escrito, bem detalhado, com uma capa simples que além de representar o símbolo da história é muito bonita.


Bom gente foi uma resenha mais longa mas espero que tenham gostado muitos beijos e até a próxima. Bye.



2 comentários:

  1. EU NUNCA LIR NEM UM DESSES LIVROS DESTA SAGA, QUEM SAB UM DIA NE ? hahaha Seu blog tem muitas inspirações de livros para eu ler, isso e otimo, a leitora smp e boa em qualquer livro nao e mesmo?? amei o post <333 Seja minha leitora francesasarcastica.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Leia Rebecka você vai amar, posso apostar. Obrigada por ter gostado!

    ResponderExcluir