07/02/2017

Barcos e Liberdade

Que ironia, ontem mesmo te chamava de vida e agora você some no meio da multidão.
Você fazia parte dos meus dias, horas e minutos, uma hora sem você já dava agonia, sentia falta dá suas palavras ternas que me acalmavam. Agora, já não sinto mais nada, sobrou um grande vazio naquele espaço que você ocupava; procuro me distrair, esquecer que um dia você fez parte do meu dia a dia.


É como ser um barco em um porto, fui desamarrada de lá e fiquei a deriva no oceano, pois agora não tenho mais meu porto seguro.

Nesse instante, estou indo atrás do meu destino, do meu sonho, o mesmo que você reprimia e repudiava, a maior vantagem em ter te perdido foi achar a liberdade a qual não via que estava perdendo.


Ver você me trás recordações, nada além disso, pois não existem mais sentimentos em relação a você, é a indiferença.


Vivo numa eterna viagem agora, sou um barco ainda, mas não mais a deriva, agora sou meu próprio porto seguro.

Ei, nunca se esqueça, é melhor seguir viagem sozinho apenas com seu coração do que com alguém que queira arrancar ele de ti.

21 comentários:

  1. "sou um barco ainda, mas não mais a deriva, agora sou meu próprio porto seguro."

    Que texto lindo, que frase linda! Me identifiquei muito. Já quase desisti de "viajar" por medo de me prender a alguém. Hoje sei que se a pessoa vale a pena, ela irá me ajudar a remar :3

    ResponderExcluir
  2. Oi, Larissa!
    Que belo texto!
    Gosto muito de ter meu tempo para as coisas que gosto de fazer, sem um namorado em cima me dizendo que não posso. Tenho muita sorte de ter alguém que não me pressiona e me ajuda a crescer. Que o meu barco tem um bom porto seguro. <3
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo texto. Às vezes, quando perdemos um amor, descobrimos outros que já estavam empoeirados no peito. Outros amores que são sonhos deixados para trás, amizades que já não víamos, familiares que não visitávamos... Enfim, amores que acabaram sendo preenchidos por um amor apenas. Mas sempre há tempo para reequilibrar as coisas e descobrir, na perda, algo de valor.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que texto inspirador! A vida é assim... um barco navegando! O bom é que sempre podemos seguir em frente e desbravar novos oceanos!
    bjos
    www.causoseprosas.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Muito melhor ficar sozinha, do que se sentir anulada por alguém que confiamos.
    Lindo texto, que me tocou profundamente. Gostei bastante do que escreveu, e lembrou de algumas situações que vivi.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Realmente temos que ser nosso próprio porto seguro, não se da para confiar isso a alguém. De fato somos um barco navegando e o texto está ótimo, bem profundo!

    http://www.virandoamor.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Larissa,
    Bem interessante o texto. Às vezes, é preciso "perder" para poder perceber o quanto isso era necessário para o crescimento próprio. As pessoas às vezes se acomodam na própria ilusão e afundam na própria capacidade de viver em maneira plena.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  8. Oiii!!
    Gostei muito do texto, nos faz refletir o quanto desapegar de certas pessoas, que nos fazem mal é importante.
    Continue escrevendo, gostei muito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oie! Tudo bem?

    "é melhor seguir viagem sozinho apenas com seu coração do que com alguém que queira arrancar ele de ti."

    Descreveu muito sobre os momentos que estou passando na minha vida, infelizmente aprendi isso da pio forma, mas vamos em frente sempre lutando por nossos sonhos!
    Amei o seu texto, reflexivo e me identifiquei bastante com ele! Espero pelos próximos!

    Bjss

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem? Adorei seu texto e me faz sentir saudade do tempo que escrevia meus próprios textos assim. Realmente é melhor seguir viagem sozinho só com seu coração do que com alguém que queira arrancar ele de ti. Parabéns pelo seu texto e continue escrevendo, beijos.

    ResponderExcluir
  11. Oi Larissa, tudo bem?
    Adorei o seu texto e acredito que muitas pessoas, especialmente as mulheres, deveriam ler esse texto e refletir um pouco sobre ele. Acredito que o maior crime é deixar que alguém mate os nossos sonhos e muitas moças deixam isso acontecer como se fosse a coisa mais natural do mundo, abandonar aquilo que você ama para se entregar de corpo e alma a uma pessoa que não valoriza aquilo que você acredita, sabe? Enfim, acredito que só é válido estar com alguém quando você se sente livre da mesma maneira que se sente quando está solteira.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Parabéns por esse texto pequeno e muito lindo ao mesmo tempo! Adorei essa analogia que você fez com o barco e explicou diversos motivos da sua vida.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Achei linda essa reflexão. Me fez pensar que nem sempre devemos colocar expectativas demais em alguém e principalmente não compartilhar os sonhos, quando a pessoa ao lado não quer vivê-los com você. Linda reflexão.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Eu adorei o seu texto, achei ele bem inspirador e com certeza esse trecho me tocou:

    "Vivo numa eterna viagem agora, sou um barco ainda, mas não mais a deriva, agora sou meu próprio porto seguro."

    ResponderExcluir
  15. Olá, como vai?
    Amei seu texto, e consegui relembrar de um momento da minha vida, que lutava contra estes mesmo sentimentos. Triste ver alguém que era tudo para nós, se distanciar, ir embora e temos que lutar para quando revermos a pessoa, o coração não chorar por dentro.

    ResponderExcluir
  16. Oie
    que lindo texto, parabéns. Gostei das palavras singelas, me tocaram e quase cheguei a me identificar

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, Larissa!
    Parabéns parabéns pelo texto, bem motivador! Muitas vezes é melhor estar sozinha do que em um relacionamento que não vemos mais futuro. Amor próprio é tudo de bom, devemos primeiro nos amar, e seguir em frente. No fim o que sobra são só as recordações mesmo, e as boas de preferência. rs

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oie, adorei o texto, muito reflexivo e adorei a parte do barco a deriva, agora sem amarras, e muitas vezes é preciso que soltemos elas realmente para sermos mais felizes. Parabéns.

    ResponderExcluir
  19. Que texto lindo! Tocante e com frases carregadas de significados importantíssimos. Devemos sempre buscar alguém que nos auxilie em nossa jornada e não que seja uma âncora em nosso caminho.

    Parabéns pelo texto!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Caramba, parabéns pelo texto. Vi tanta sinceridade nele que ficou comovida. Essa variabilidade da vida, como um barco à deriva ao mar, é realmente algo impressionante. É incrível como as coisas podem mudar de uma hora pra outra, mas isso é bom, nem toda mudança é boa, mas nem toda é ruim também. Lindo texto, adorei.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  21. Olá Larissa,

    Que texto mais profundo, real e reflexivo. Adorei a seguinte frase: "Vivo numa eterna viagem agora, sou um barco ainda, mas não mais a deriva, agora sou meu próprio porto seguro." Vou anotar ela na minha agenda aqui e guardar para a vida.

    Beijos e parabéns pelo texto super legal

    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir